Em janeiro de 2014 eu tive que tomar outra decisão muito importante, e que mudaria minha vida. Tinha acabado de terminar a graduação e precisava decidir o que fazer então. Seguir carreira acadêmica ou corporativa, e eu gosto de ambas, foi uma decisão difícil, de um lado a oportunidade de mudar para São Carlos e iniciar os estudos de mestrado no departamento de BioEngenharia na Universidade de São Paulo, e do outro, a disponibilidade de me dedicar 100% na carreira no mercado de trabalho.

Acabei optando por focar primeiro na carreira corporativa. E com isso começou uma nova etapa, onde tive que descobrir quais habilidades buscar, cursos que deveria fazer, qual networking  buscar, entre outros itens importantes para crescer na carreira.

Separei 3 passos que considero fundamentais para um planejamento de carreira, cheguei nessa metodologia através de experiência e de conselhos do meu amigo Lucas Blanco PMO, que foi um de meus mentores na Pearson Education.

1. Descubra qual é seu trabalho dos sonhos

Saber onde quer chegar, qual cargo deseja ocupar é o primeiro passo quando o assunto é planejar uma carreira. É uma escolha que pode ser tão difícil quanto escolher qual curso de graduação fazer, pois após escolher uma área você descobre que há dezenas de ramos dentro deste segmento.

 

A música fala sobre amor, mas a frase é tão verdadeira que pode ser aplicada a nossa vida profissional.

“Só é feliz quem sabe o que quer” – Chorão

O jeito que eu descobri o que realmente queria fazer foi enquanto conversava com pessoas mais experientes, perguntei sobre o dia-a-dia das pessoas que eu admirava. Portanto, converse com pessoas que trabalham com coisas em que você gosta, peça a opinião delas, deixe-as se envolverem. Você ficará surpreso o quanto as pessoas gostam de compartilhar informações e de apoiar quem está onde elas já estiveram antes.

2. Siga os passos dos melhores

Após pesquisar e escolher qual posição você deseja ocupar, o próximo passo é fazer uma análise de mercado e identificar quais profissionais ocupam essa posição hoje. Selecione entre 3 e 5 referências, foque em selecionar os melhores profissionais, afinal, eles serão sua referência. Analise atentamente cada um deles, os principais itens a se observar são: Formação acadêmica, idiomas, certificações e experiência profissional. Olhe para dentro da sua empresa e no seu segmento de mercado, quem são esses caras?

A título de  exemplo, vamos supor que a profissão dos sonhos seja “CEO – Chief Executive Officer”. Fiz uma pesquisa e identifiquei os 5 CEO’s mais bem pagos no ano de 2013, a partir dai pesquisei os currículos de cada um, os analisei e obtive as seguintes conclusões, as habilidades constantes na maioria deles são:

  • Fluência em inglês
  • MBA ou equivalente
  • Especialista em sua industria
  • Habilidades sociais
  • Perfil visionário
  • Networking

Há muitas outras não listadas, e eu nem entrei em requisitos específicos da indústria de cada um, afinal os 5 que analisei possuem o mesmo cargo mas em segmentos totalmente diferentes, uma análise mais objetiva seria ainda mais adequada, focando apenas na indústria desejada.

3. planeje e execute

Com a lista de habilidades pronta podemos avançar para o próximo passo, que é criar um cronograma planejando quando e como obter essas skills. Eu gosto de pensar em um cronograma entre 3 e 5 anos, separando por semestre as tarefas.

Vou pensar em atividades que permitam adquirir as habilidades desejadas, e fazer uma lista.

Continuando pelo nosso exemplo, aqui vai uma lista de exemplo:

Atividades para obter fluência no inglês

  • Entrar em curso de línguas
  • Ver séries e filmes com legendas em inglês
  • Ver séries e filmes sem legendas
  • Conversar com estrangeiros
  • Fazer intercâmbio

Atividades para obter networking

  • Participar da feira X
  • Ir no congresso Y
  • Fazer um business card
  • Fazer um curso na área W
  • Se associar ao PMI

Nível acadêmico e Certificações

  • Cursar um MBA
  • Obter certificação em SCRUM
  • Obter certificação de ITIL

E por aí vai… agora precisamos colocar estes itens no cronograma, separando por semestre. É muito importante planejar algo dentro da realidade, se você ainda não possuí recursos para fazer um curso ou uma viagem, planeje a viagem mais para frente, e nos primeiros semestres coloque algo que você vai fazer para obter os recursos para então realizar o objetivo futuro.

Ao final do processo você deve ter algo parecido com isso:

Planejamento de Carreira – Profissao X
1º Semestre
  • Entrar em um curso de inglês
  • Ver séries e filmes com legenda em inglês
  • Fazer business card
  • Ir na feira X
2º Semestre
  • Ver séries e filmes sem legenda
  • Ir no congresso Y
  • Obter certificação SCRUM
3º Semestre
  • Iniciar curso de MBA
  • Obter certificação ITIL
  • Conversar com estrangeiros
  • Se associar ao PMI

A ferramenta que você utilizou para fazer a lista não importa, pode ser o word, o excel, o trello (recomendo hein!), ou até mesmo o bom e velho papel e caneta. O importante é que você não perca essa lista, e que no final de todo semestre você verifique quais objetivos foram alcançados e quais não foram, acompanhe as tendências, veja se a lista precisar ser atualizada, pode ser que agora alguns itens não façam mais sentido. Se quiser aprender mais sobre este processo veja aqui1.

 Conclusão

Planejamento de carreira é algo tão importante em nossas vidas, e geralmente é duramente ignorado no sistema educacional brasileiro. As vezes nos esquecemos de planejar e assumir o controle da situação e acabamos sendo levados, guiados, pelas oportunidades que surgem e as necessidades das empresas, isso é algo natural, mas se queremos ser mais felizes é importante que trabalhemos com algo que gostamos, e eu garanto que se nos esforçarmos, planejarmos e acordar bem cedo todo dia buscando os nossos objetivos, não temos motivo para pensar que não vai dar certo.

Tem uma opinião diferente, acha que o método pode ser melhorado, esse post ajudou você de alguma forma? Deixe um comentário e se junte a conversa.

Advertisements